terça-feira, 20 de setembro de 2011

Pentax novamente entre as melhores do mundo! "Ave Pentax, qui imagine vult te salutant!"

Dá-lhe água! Pentax K-5 é extremamente selada!
Fonte: Pentax Imaging Company.

Se você é fã da Canon ou da Nikon, será um admirador também das Pentax digitais a partir de agora. Depois da longa busca por lugar de mérito no mercado da fotografia digital a Pentax conseguiu se recolocar entre as melhores das melhores marcas. Com modelos digitais de desempenho mediano até há pouco, a subsidiária da Hoya tinha dificuldades para desenvolver um produto digno da fama consolidada na era da imagem analógica. 
Concordo com o artigo de Henrique Pereira que comenta o retorno da Pentax ao posto que já lhe foi merecido, de majestade na indústria de equipamentos fotográficos. A Hoya investiu pesado em tecnologia para correr atrás da concorrência no mercado digital. Com o lançamento das câmeras Pentax 645D e Pentax K-5 a marca japonesa mostra que está no topo do domínio técnico para os modelos profissionais e semi-profissionais. Estes dois modelos fotografam melhor que os concorrentes da Nikon e da Canon -e com larga vantagem na comparação qualitativa dos resultados em JPG ou RAW. Em latitude e sensibilidade máxima (ISO 51200!) a Pentax K-5 é muito superior a outros modelos também com sensores de tamanho similar ao APS-C, a exemplo de Nikon D300s, Nikon D7000, Canon D50 e Canon 7D, além de possuir corpo todo em magnésio completamente selado contra a intempérie (é resistente como um tanque de guerra, conforme análise do Digital Preview). A Pentax 645D é a melhor DSRL profissional de médio formato do mundo hoje conforme avaliação e prêmio da Technical Image Press Association (TIPA) de 2011. A 645D também recebeu o título de "câmera do ano" pelo Camera GP Japan 2011.

Pentax 645D: a melhor do mundo, simplesmente. Fonte: Pentax Imaging Company.



Para quem, como eu, sonhava em ver uma Pentax digna de preferência em detrimento a outras marcas, chegou a hora. Citado o Henrique Pereira: "Se você tem lentes Pentax do tempo da sua Pentax K1000 e quer fazer a transição digital, o momento é esse, a hora é agora e a câmera é essa". Identifiquei-me totalmente com este dizer (sou o feliz proprietário de uma maravilhosa Pentax K1000 modelo 1976 funcionando perfeitamente!).


A legendária Pentax K1000: muito robusta.
Fonte: Butkus.org / OrphanCameras.com.

Segue um vídeo de teste de selagem da Pentax K-5. O expositor da marca derrama água sobre o equipamento.


Vídeo da Pentax K-5 debaixo do chuveiro tomando um banho:


"PENTAX K-5 (K5) test (resists water)"


"PENTAX K-5, 7fps testing":


Um review super completo da Pentax K-5 do Digital Preview:
Uma das poucas SLR que, por mérito, recebeu o "Gold Award"!

Comparação entre Pentax K-5 e Canon 7D pelo Snapsort.com:


Outra avaliação muito criteriosa pelo Imaging Resource: 

Clicando na imagem a seguir você poderá ler sobre um "teste de campo" (muito interessante pelo seu modo de desenvolvimento) em condições reais de uso por fotógrafos profissionais, e não apenas em laboratório. Foram cinco dias de teste com câmera na mão e pé na estrada. Essa leitura vale a pena para quem está interessado numa Pentax, pois os recursos da câmera foram testados ao extremo em diferentes estilos e técnicas  de foto. Veja na imagem abaixo o exemplo de uma longa exposição noturna feita pela equipe do The Phoblographer:

Fonte:  teste da Pentax K-5 no The Phoblographer.com

Hands on preview da Pentax K-5 no Camera Pro:

Comparação entre as Pentax K-5 e 645D: 


segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Paper model de Ford Corcel II

Em busca de um "paper model" de Ford Corcel II pela web frustrei-me com a falta de um desenho que celebrasse este grande carro nacional. Resolvi desenhar eu mesmo um modelo para recortar e colar inspirado pelo trabalho que vi no Paperslotcar. Com base em fotos dos modelos GT, LDO e Standard buscadas na Internet, fiz o desenho abaixo (propositadamente está sem o retrovisor). Adaptei nele rodas de Mustang modelo antigo, rebaixei a suspensão e usei pneus de competição. Para deixar o paper craft mais esportivo e mais divertido, apliquei no Corcelão as proporções do Dodge Charger 1970. O protótipo ficou lindo depois de montado. Para desenhar usei o software CorelDraw, que eu gosto muito e uso desde a versão 4. Na hora de desenhar o que eu mais gostei foi simular o reflexo da pintura (não exagerei no realismo pois se trata de um modelo de brinquedo, e não teria razão fazer uma ilustração extremamente fotorrealista). Imprimi o primeiro estudo em uma folha de cartão branco tamanho ofício. Repare abaixo que nas bordas eu deixei sobras nas partes para encaixe e colagem. Dica: use fita dupla face para colar -Super Bonder também serve, mas escorre e pode estragar a pintura do seu carro (evitemos cola tipo emulsão). Antes de colar é importantíssimo vincar as dobras para o perfeito molde dos contornos e volumes da lataria. Faça isto com a ponta de uma faca de cozinha traçando com ajuda de uma régua (sempre vinquemos no verso da impressão). Para quem preferir, esta carroceria de papel pode ser montada com rodas recortadas separadamente ou, ainda, sobre um chassi de brinquedo com rodas.  


Ford Corcel II para recortar e colar: pura nostalgia! 
Por fim, a grande satisfação foi desenhar este carro que lembra um pouco da minha juventude, pois muito circulei num Corcel II. Agora estou a fim de imprimir a mesma miniatura numa folha A3 pois fiquei empolgado com o resultado. 


Penso em fazer também o Volkswagen SP2, que é um carro que marcou época pelo design e que merece igualmente uma pequena homenagem de papel...